Batons Max Love 

Se tem uma coisa que eu amo é conhecer marcas de maquiagens nacionais, baratinhas e que não testam em animais. Já havia visto muita coisa da Max Love na internet, mas só recentemente resolvi de fato testar alguns produtos.

A primeira coisa que eu comprei foram uns batons da marca. Escolhi cinco cores pra testar e dei uma pesquisada pra saber a quais linhas elas pertenciam: peguei quatro cores com acabamento metalizado e um batom cremoso (da linha teen, com embalagem rosa).

 

 

A embalagem roxa é dos batons com acabamento metalizado; eles também prometem ser foscos e matte. Apesar de trazer as cores na tampa, não curti as embalagens. O plástico é bem frágil e leve. Sinto que a qualquer momento a tampa vai parar de encaixar corretamente.

Um detalhe que eu odiei foi a fragrância. Além de terem um cheiro MUITO forte, os batons deixam um gosto péssimo na boca (até com a embalagem fechada você consegue sentir o perfume). Logo que testei a primeira vez, isso me incomodou. Não consigo ficar usando o batom muito tempo, pois o gosto de amargo fica intenso nos lábios. De qualquer forma, por não secarem, os batons todos transferem muito e saem rápido. O sabor amargo continua na boca por um tempo, infelizmente. A duração e resistência são quase inexistentes. Um copo de água e toda a cor sai.

A pigmentação eu achei decente; uma camada já cobre a boca toda. A aplicação também é tranquila, já que todos os batons são cremosos. O adesivo na embalagem indica que os batons são mate, mas não achei eles nem mate nem foscos e, como já disse, eles não secam mesmo depois de vários minutos de aplicados.

As cores que eu escolhi são bem diferentes das que eu costumo usar normalmente. Queria testar a marca e esses tons pra sair do meu espaço de conforto! Acredito que se não fosse o sabor/cheiro do batom, eu estaria os usando muito mais. As cores ficam bonitas, especialmente em fotos. Comprei os meus por R$5 cada e vi, na internet, que o preço costuma variar entre esse preço e R$8. Pelo investimento baixo, não me arrependi (pelo menos consigo aproveitar pra fazer fotos).

 

 

Quando pesquisei, vi também que do começo de 2017 pra cá, a Max Love já passou por uma nova reformulação e chegou no mercado com outras linhas, cores e formulações. Acredito que essa linha que eu comprei nem esteja mais sendo fabricada. Não testei os batons novos, mas confesso que não tenho coragem de investir novamente pra experimentá-los. Pelo mesmo preço, é possível achar uma gama de batons com cores mais bonitas e com qualidade infinitamente superior (baseado na experiência que eu tive com esses batons em bala).

Será que eu tive azar com um lote ou algo assim? E vocês, já testaram os batons da Max Love? Segue lá no instagram (@blogcheiadevicios) e me conta!

xoxo

Lançamento: Amendoali e Ameixali, edição especial do batom líquido mate da Quem Disse, Berenice?

Quem costuma me acompanhar por aqui ou no instagram (@blogcheiadevicios – segue lá!), sabe que eu sou uma consumidora assídua dos produtos da Quem Disse, Berenice?. A marca tem produtos bons, com um custo benefício digno, variedade incrível de cores e a comunicação deles também me conquista. <3

O batom líquido mate da QDB é um dos produtos mais vendidos da marca. Cada um custa R$37,90. Não acho o preço amigável, mas não me arrependi dos que eu comprei (depois faço um post com os meus preferidos!).

Para o dia dos namorados, a marca lançou uma edição limitada desses batons. As cores são amendoali e ameixali, ambas de longa duração. O amendoali é um batom nude, com um subtom mais frio; achei bem parecido com o begeli (que faz parte da coleção fixa), porém um pouco mais fechado. O ameixali é um roxo que eu achei bem diferente das outras cores que já existiam. É escuro e marcante, também com um subtom frio e um aspecto de ryqueza, sabe? Apesar de não usar cores mais fortes/escuras com frequência, desejei muito o ameixali!

Como já falei, o lançamento das duas cores é especial pro dias dos namorados! Nessa edição limitada, os batons líquidos mate amendoali e ameixali vêm em uma embalagem (5,6ml) especial com a tampinha rosé.

Já tenho batons mais que suficientes, mas confesso que estou bem tentada a adquirir um ameixali pra mim!

xoxo

Cuidados com a pele no FRIO!

Devo ter falado aqui algumas trezentas vezes: minha pele é muuuito oleosa e acneica. Quando o clima começa a esfriar aqui em São Paulo, até que toda essa oleosidade e acne dão uma melhorada. PORÉM, se eu não tiver cuidado, rola um ressecamento absurdo e até um efeito rebote, causando ainda mais espinhas. Já escrevi um post sobre alguns produtos que eu uso nessa época, mas foi há anos e chegou a hora de atualizar.

O primeiro cuidado é algo bem basicão mas importante de ser lembrado: água muito quente faz um mal danado pra pele. A gente fica bem tentada a tomar banho fervente pra se esquentar… e aí haja cabelo, rosto e corpo ressecados. A temperatura alta danifica a epiderme, camada protetora da pele: irritação e alergias podem decorrer desse dano (vale ressaltar que quanto mais idade temos, mais frágil a epiderme e mais suscetível a problemas). O ideal é utilizar água morna, nunca ao ponto de desconforto.

Mesmo tendo atenção com a temperatura, a combinação de muita água quente e tempo seco com certeza tem seu peso na pele. Costumo precisar trocar o hidratante nessa época. Normalmente, uso no corpo o Leite de Aveia Davene Clássico, para todos os tipos de pele. Minha axila, cotovelo e pernas sentem muito o ressecamento, então passo a usar o mesmo hidratante da Davene, só que na versão para pele extra seca. O preço dele fica em torno de R$7-8. No site da Ultrafarma, achei por R$6,39. Lembrando que a Davene é uma marca que não testa em animais!

No rosto, tenho um cuidado especial. Diminuo a frequência com que eu lavo o rosto com o sabonete anti oleosidade, uso menos os ácidos e adstringentes e, diariamente, coloco quantidades generosas da pomada Bepantriz. Se a pele estiver especialmente irritada, passo no rosto todo. Normalmente, uso mais abaixo dos olhos e na boca. Já fiz um post falando bastante sobre essa pomada; só clicar aqui pra ver.

Água termal também é muito legal de ter a mão. Tenho usado uma da Lindoya, mas prefiro muito mais a da Profuse. A da Profuse é, na verdade, uma água dermatológica. Os preços das duas são similares, mas a água dermatológica traz mais benefícios. Dei uma pesquisada, e achei por R$54,59 também no site da Ultrafarma. Antes da maquiagem, durante o dia, antes do skincare à noite… a água dermatológica dá certo em todos esses momentos. Tive uma alergia a um esmalte um tempo atrás, e ela ajudava a aliviar a irritação.

Um umidificador de ar (ou, até mesmo, uma bacia com água no ambiente) é importante não só para a pele, mas para a saúde do sistema respiratório. Tenho asma e rinite, que quase sempre atacam nesse período. Manter o quarto úmido evita que as crises piorem, que meu olho fique irritado e que minha garganta fique ressecada. (Outro companheiro fiel desse período é meu inalador.)

Por último, outra dica básica: beber água! Tenho que ficar me lembrando constantemente de beber água até quando estamos no verão. Na época de frio, deixo sempre uma garrafinha com água no ambiente. Gosto também de levar minha própria garrafinha pros lugares, pra não precisar gastar dinheiro comprando água quando estou andando por aí (também é importante pra reduzir o uso de plásticos!). Aquela indicação conhecida de beber dois litros de água por dia é verdade em todas as estações do ano.

Estou testando alguns outros hidratantes e, assim que tiver opinião formada, volto aqui para falar sobre eles! <3

xoxo