Protetor Solar Físico ou Químico? Qual a diferença?

A gente já sabe que o uso diário de filtro solar é um passo indispensável na rotina de cuidados com a pele. Mas como escolher o protetor ideal?

Aqui estão reunidas as principais informações sobre os diferentes tipos de proteção solar para te ajudar a comprar o melhor para sua pele!

https://cheiadevicios.com/2019/05/08/protetor-solar-fisico-ou-quimico?-qual-a-diferenca?/

Você usa protetor solar diariamente? Se não, já pode começar! Além de proteger contra os raios solares nocivos, causadores do câncer de pele, o filtro solar contribui para a atenuação de manchas de pele e combate o envelhecimento precoce.

E agora que lembramos a importância do uso do protetor solar, levantamos outra questão: você sabia que existem filtros solares físicos e químicos? Pois é! São fórmulas diferentes, cada um com sua forma de ação.

Qual é aquele protetor que mais vende na farmácia?

Os filtros solares mais comuns são os químicos. São os mais populares e mais fáceis de serem encontrados. Eles levam, em sua composição, moléculas capazes de absorver os raios UV e transformá-los em uma radiação não nociva para a pele.

No geral, os protetores solares químicos são mais leves, mais fáceis de espalhar e mais imperceptíveis. Podem ser utilizados por quem tem pele oleosa, mista, seca, clara, escura… O que não falta no mercado são produtos com diferentes formulações, preços e acabamentos. Por causa da minha pele oleosa e com acne, eu sempre escolho os filtros solares com toque seco. Também costumo usar fatores de proteção mais altos, já que tenho a pele muito clara.

Como os protetores físicos funcionam?

O protetor solar físico leva em sua composição o óxido de zinco e/ou o dióxido de titânio. Eles não reagem com a pele: sua ação se dá pela formação de uma camada protetora que reflete os raios ultravioleta.

Esse tipo de filtro forma uma barreira física, sem que seus componentes penetrem na pele. Por isso, e por serem compostos mais naturais, os filtros físicos são mais indicados para quem tem pele sensível, alérgicos, grávidas e crianças. A probabilidade de reações alérgicas é muito menor com esse bloqueador solar.

Por não serem tão comuns quanto os protetores químicos, eles costumam ter valor mais elevado. Mas é um bom investimento se você tem doenças de pele, por exemplo. Também são muito indicados para atletas e pessoas que encaram exposição solar intensa, já que não precisam ser reaplicados com a mesma frequência que os químicos.

O ideal é consultar um médico dermatologista para orientar quais são as reais necessidades da sua pele.

Alguns detalhes importantes para você prestar atenção:

  • Os protetores solares físicos precisam ser retirados com o auxílio de óleos ou outros produtos específicos; a barreira física criada por eles pode causar acne caso não seja propriamente removida.
  • Independente do filtro solar escolhido, seu uso contínuo e regular é o que garante a proteção.
  • Cuidado com o terrorismo criado em torno de produtos cosméticos! Ainda vou falar disso por aqui, mas não canso de dizer que a opinião de uma blogueira ou influencer não pode ser substituída por orientação profissional qualificada.

Vou lançar essa semana uma lista com os protetores solares que eu já testei e se deram muito bem com minha pele. Para não perder nenhum conteúdo, podem se inscrever para seguir o blog pelo e-mail e me acompanhar no instagram (@thaischeiadevicios)! Tô sempre por lá com novidades e resenhas.

xoxo