Lançamento: Amendoali e Ameixali, edição especial do batom líquido mate da Quem Disse, Berenice?

Quem costuma me acompanhar por aqui ou no instagram (@blogcheiadevicios – segue lá!), sabe que eu sou uma consumidora assídua dos produtos da Quem Disse, Berenice?. A marca tem produtos bons, com um custo benefício digno, variedade incrível de cores e a comunicação deles também me conquista. <3

O batom líquido mate da QDB é um dos produtos mais vendidos da marca. Cada um custa R$37,90. Não acho o preço amigável, mas não me arrependi dos que eu comprei (depois faço um post com os meus preferidos!).

Para o dia dos namorados, a marca lançou uma edição limitada desses batons. As cores são amendoali e ameixali, ambas de longa duração. O amendoali é um batom nude, com um subtom mais frio; achei bem parecido com o begeli (que faz parte da coleção fixa), porém um pouco mais fechado. O ameixali é um roxo que eu achei bem diferente das outras cores que já existiam. É escuro e marcante, também com um subtom frio e um aspecto de ryqueza, sabe? Apesar de não usar cores mais fortes/escuras com frequência, desejei muito o ameixali!

Como já falei, o lançamento das duas cores é especial pro dias dos namorados! Nessa edição limitada, os batons líquidos mate amendoali e ameixali vêm em uma embalagem (5,6ml) especial com a tampinha rosé.

Já tenho batons mais que suficientes, mas confesso que estou bem tentada a adquirir um ameixali pra mim!

xoxo

Resenha: Primer Instamatte Bastão e Pó Translúcido Instamatte Roselelê da Quem Disse, Berenice?

Ontem testei dois produtos novos da Quem Disse, Berenice?: o primer em bastão e o pó translúcido com cor, ambos da Linha Instamatte. A linha começou com o primer tradicional, alguns anos atrás, que prometia pele seca e efeito blur (aquele efeito meio “borrado”, que ajuda a suavizar o aspecto da pele). Os lançamentos chegam com a mesma promessa de pele sem brilho e disfarce dos poros e imperfeições.

O primer instamatte original eu já havia testado há um tempo. Até onde eu sei, não rolou modificação na fórmula, então, não tive muito interesse em testar novamente. Não foi um primer que eu curti muito. Ele parecia ser muito siliconado e líquido, e na minha pele – muito oleosa – nunca ficou nem perto de sequinho. Mas, né, quis dar aquela chance pra esses produtos novos.

Ontem, preparei minha pele com água micelar e hidratante, como tenho feito nas últimas semanas. Esperei assentar uns minutos, enquanto me vestia, e passei o primer em bastão instamatte. Apliquei passando o bastão direto na pele, que é como mandam as instruções de uso. Aí já fiz uma nota mental de um detalhe: senti que essa aplicação gastou muito produto. O bastão tem 5g. Acredito que, fazendo uso diário, o primer não duraria um mês. Não uso maquiagem diariamente, mas já sinto que vai acabar bem rápido.

A promessa é de pele sequinha logo após a aplicação; isso não funcionou pra mim. O que não é o fim do mundo, pois quase nenhum produto consegue essa proeza. Depois de uns dois minutos, senti que o primer já havia assentado e o aspecto da pele estava mesmo mais uniformizado. Não é nenhum milagre, mas o primer em bastão instamatte ajuda na uniformização do tom da pele, na suavização de cicatrizes e no disfarce dos poros. É uma diferença bem pequena, que pode ser melhor visualizada após a aplicação da base. O aspecto geral  é de pele mais lisinha mesmo.

Usei a base líquida superfluida, também da Quem Disse, Berenice?, por cima do primer e antes do pó solto. Até pouco tempo atrás, eu usava o pó translúcido tradicional (branquinho/transparente) da marca. Era um dos meus preferidos, e até procurei no site… mas não tenho certeza se foi descontinuado. O novo pó solto é o pó translúcido instamatte. Pode ser comprado nas cores roselelê (para peles claras) e amarelê (para peles morenas e negras). O meu é o roselelê. Realmente, a cor dele é rosa. Chamo atenção pra esse detalhe porque me surpreendeu como o rosa dele parecia até um blush solto clarinho.

Gostei muito que a “peneirinha” da tampa pode ser girada no sentido horário e anti-horário para abrir e fechar, respectivamente, a saída do pó. Isso é ótimo pra evitar aqueles acidentes de tirar a tampinha externa e cair metade do produto no chão ou na roupa. Como meu pó anterior da marca, achei esse bem fino e fácil de espalhar. O que me incomodou mesmo foi a cor.

Fui aplicando o pó bem aos poucos; nada de usar grandes quantidades em uma só área. Usei o mínimo necessário pra selar a base. No nariz (e na lateral) e nas bochechas, eu carreguei um pouco mais, pois é onde minha pele concentra mais óleo e faz sair a base. Como o pó é rosado, minha pele ficou com um tom pink, como se eu tivesse passado um blush clarinho. Não senti tanta necessidade de passar blush pra finalizar a maquiagem – e nem passei mesmo. Imagino que se você está fazendo uma maquiagem pra noiva, maquiagem pra formatura, ou um look noturno que você queira fazer com mais “precisão”, o pó rosado não vai ornar muito bem. E eu amava pó translúcido exatamente por não alterar a cor da make. Não curti muito esse efeito. :(

As fotos abaixo foram feitas umas três horas e meia depois da aplicação do primer e do pó translúcido. A iluminação não tá das melhores, mas acho que dá pra ver que a pele aguentou até ok essas três horinhas.

Preciso usar mais algumas vezes pra ter uma opinião final. Mas, por enquanto, não achei nada de outro mundo ou inovador. Nada que outros primers ou pós translúcidos mais baratos também não consigam fazer.

Comprei o Primer Instamatte Bastão e o Pó Translúcido Instamatte Roselelê na pré venda do Clube das Berês. Na promoção, cada um saiu por R$39,90.

A seguir, a lista com todos os produtos da Linha Instamatte e seus respectivos preços!

Primer Instamatte 30g – R$53,90

Primer Bastão Instamatte 5g – R$49,90

Pó Translúcido Compacto Instamatte – R$ 55,90

Pó Translúcido Solto Instamatte – R$ 55,90

xoxo

Tira Tudo: demaquilante e espuma de limpeza Dailus

Gente, parece que eu pisco o olho e tem uma linha nova da Dailus vendendo por aí. A linha Tira Tudo foi lançada, na verdade, durante a Beauty Fair em setembro. São quatro produtos – de uso diário – com promessas de limpeza, hidratação e suavização da pele.

Vi pela primeira vez os produtinhos na perfumaria Sumirê. Eles tinham toda a linha em estoque: as toalhas demaquilantes, o demaquilante bifásico, o sabonete mousse facial de limpeza e o demaquilante oil free. Todos eles são indicados pra peles normais.

Normalmente, produtos voltados pra pele normal não dão muito certo pra mim. Minha pele é muito oleosa e acneica, então preciso usar sabonetes e hidratantes específicos pra esse tipo de pele. Porém, estive meio gripada essa semana e minha pele acabou ficando ressecada e com um aspecto desidratado. Mesmo usando um hidratante e a Bepantriz, meu rosto continuou super sensível. Fui na Sumirê procurar um sabonete mais leve e pá, dei de cara com essa linha. Trouxe pra casa a espuma de limpeza e o demaquilante oil free.

No site da Dailus, a descrição do demaquilante é a seguinte:

Indicado para o uso diário, remove a maquiagem do dia deixando a pele limpa de impureza. Fórmula livre de óleo permite uma limpeza rápida sem enxague. Enriquecida com extrato de flor de lótus com ação antioxidante que protege a pele dos radicais livres.

Fiz uma maquiagem pesada com sombra, glitter, delineador, máscara de cílios e lápis pra sobrancelha. A sombra saiu fácil, mas pra conseguir tirar o rímel foi preciso esfregar com uma certa força. Não curti muito porque meu olho já estava sensibilizado. Fiquei com medo de ficar com os olhos ardendo, mas isso não aconteceu. Só rolou um desconforto do movimento de fricção. Achei bem mediano, no geral. Dois pontos muito positivos: 1) não ardeu o olho e 2) tem um cheiro INCRÍVEL. Até hoje, não achei um demaquilante assim milagroso; não achei esse nem pior nem melhor que os outros que eu já usei. (Só o cheirinho que me encantou pra caramba)

Passando pro sabonete, isso é o que a marca diz:

O Sabonete Mouse de Limpeza tem ação demaquilante que limpa a delicada pele do rosto através de uma espuma cremosa e refrescante. Com ação revitalizante e antioxidante, sua fórmula foi especialmente desenvolvida para limpar ao mesmo tempo que hidrata. Dermatologicamente e Oftalmologicamente testado.

Antes de deitar, fui lá lavar meu rostinho com esse sabonete. Primeira coisa linda: é uma mousse muito mousse mesmo, com um cheirinho doce e a espuma aor rosa bebê. Achei quase mágico, hahahahaha! Não usei uma quantidade grande de produto, mas consegui espalhar fácil no rosto. A sensação é muito boa… parecia que eu tava passando um algodão macio na pele. Não irritou, não sensibilizou e nem deixou minha pele oleosa. Pelo contrário: fiquei com a sensação de pele macia, hidratada e lisinha. Uns anos atrás, eu usava uma espuma de limpeza da Nivea. Essa espuminha nem chega aos pés dessa da Dailus. Gostei muito!

Como disse, fiz essas compras na Sumirê. O Tira Tudo Demaquilante Oil Free vem em uma embalagem com 140mL e custou R$27,95. Já o Tira Tudo Sabonete Mousse Facial de Limpeza contém 150mL de produto com um preço de R$35,65.

Pra ficar por dentro de TODAS as novidades e lançamentos que eu encontro por aí, me segue lá no Instagram! @blogcheiadevicios

 

Resenha: Base líquida superfluida Quem Disse, Berenice? PARTE II

Semana passada, eu testei pela primeira vez a base líquida superfluida da Quem Disse, Berenice?. A resenha completa tá disponível aqui. Minha primeira impressão da base foi incrivelmente boa. A sensação de não ter nada na pele e a cobertura leve/natural foram os aspectos que eu mais curti.

Quando fui usar a base ontem, pela segunda vez, decidi tentar fazer uma cobertura maior. Fiz algumas coisas diferentes: coloquei a base no rosto todo de uma vez só e em uma quantidade bem maior (na última vez, eu apliquei um lado do rosto de cada vez). Também usei um primer diferente (na sexta, usei um primer que saiu de linha, da Quem Disse, Berenice?, e ontem usei o primer facial com derivados de arroz da Contém 1g). Senti um pouco mais de dificuldade pra espalhar o produto e deixar sem nenhuma marquinha do pincel.

Terminei de aplicar e percebi que a base não tinha secado como da outra vez. Deixei assentar mais antes de continuar a maquiagem. Esperei uns 10 minutos e continuei. Dessa vez, a base ficou longe de secar totalmente. Eu percebi muito a diferença quando coloquei meu óculos e ficou sujando na ponte do nariz. Não apliquei pó porque queria ver como a base se comportava sozinha com o passar das horas.

Quando cheguei na faculdade, fui me olhar no espelho do banheiro e percebi que meus poros estavam bem visíveis de perto. Além de acumular no meu olho empapuçado, a base deu uma acumulada nos meus poros. O primer de derivados de arroz da Contém 1g sempre fica muito bom na minha pele, então não acho que ele tenha sido o problema. Usei um papel toalha para secar a pele levemente. Não chegou a diminuir a cobertura onde eu passei o papel, mas a base transferiu bastante.

Voltei pra casa umas quatro horas depois. No caminho, acabei transpirando por causa do ônibus e a base ficou com um aspecto meio irregular. Não fiquei parecendo um boneco de cera derretido, mas os pontos onde o suor acumulou ficaram um tom mais claro. Passei a mão no nariz e a cobertura foi embora total. Fiz um vídeozinho bem tosco pra tentar mostrar como ficou a situação (a luz no meu quarto é péssima e eu filmei errado, então foi o que deu pra fazer. risos).

Alguns adendos… Esses dias minha pele está mais oleosa e com os poros mais abertos do que na semana passada; tô entrando na TPM e isso reflete muito na minha pele. Além disso, o clima ontem estava mais úmido do que na última vez que testei a base líquida superfluida. Fiquei decepcionada, mas ainda não estou pronta pra desistir dessa base. Vou testar mais algumas vezes pra entender se é amor ou se é perfect illusion.

https://giphy.com/embed/l0HlUWhdHrc1Uakxy?video=0via GIPHY


xoxo