A Dalla Makeup é vegana? A Dalla Makeup é cruelty free?

Essa semana começou meio pesada. Ontem postei sobre um assunto no instagram e agora trago esse papo pra cá.

Depois de comprar base, pó, top coat, sombra líquida e mais mil coisas da Dalla Makeup, me deparei com alguns artigos na internet sobre a marca. Especialmente, sobre a marca se recusar a prover informações sobre a origem e fabricação de seus produtos.

A Dalla Makeup faz publicidade afirmando ser cruelty free e que sua base é vegana. Mas já chegou a ameaçar de processo consumidores veganos que questionaram algumas respostas da marca. Li sobre isso pela primeira vez mês passado, no blog da Ari Vegan (www.arivegan.com).

“A Dalla Makeup não me respondeu se realizam testes em animais ou não (ou se terceirizam os testes, ou se os fornecedores testam), não me responderam se os ingredientes eram de origem vegetal, sintética ou animal, E NÃO TEM NADA NO RÓTULO como mostrado nos prints, diferente do que a marca diz.

A marca me bloqueou em seu Instagram, e apagou DEZENAS de comentários de veganos, e bloqueou outros veganos buscando informações em sua fanpage no Facebook. 

E para finalizar, a dona (??) da marca ameaçou me PROCESSAR por atacar a marca. Alguém me responde: Desde quando exercer seus direitos como CONSUMIDOR é atacar? Desde quando buscar informações sobre um produto e não obter resposta é atacar?”

Esse trecho é de um post super explicativo, munido de fontes e prints. Pra acessar, clica aqui.

Bom, depois de ver esse post, mandei meu próprio e-mail para a Dalla Makeup. Queria tirar minhas próprias conclusões. Uma observação básica aqui… o site da marca não traz quase nada de informações e o e-mail oficial deles é do Hotmail. Achei muito esquisito uma empresa sem domínio próprio, mas né…. Enfim, continuemos.

Meu primeiro e-mail foi enviado dia 17/06. Não recebi resposta. Dia 12/07 enviei um segundo e-mail. Continuei sem resposta. Aqui o texto na íntegra que enviei nas duas ocasiões:

Oi, gente, tudo bem?
Meu nome é Thais! Sou consumidora de vários produtos de vocês! Top coat, base, pó, a nova sombra líquida…
Comecei um blog há um tempo e, por isso, estou testando muitas maquiagens e buscando mais informações sobre as empresas.
Será que vocês conseguem tirar algumas dúvidas minhas? Agradeço a disposição desde já ❤
Bom, vocês anunciam que os produtos fabricados por vocês são feitos sem crueldade animal, e que vocês estão buscando certificá-los como cruelty free e veganos. Como são testados os produtos de vocês? Os testes são feitos internamente (como, por exemplo, a Natura) ou são terceirizados?
Onde são fabricados os produtos de vocês? É possível providenciar o contato da empresa responsável pela produção para que eu possa perguntar sobre origem dos ingredientes? Os fornecedores conduzem testes em animais?
Há algum meio oficial que liste quais produtos da Dalla Makeup são veganos e quais não são? Infelizmente, o site de vocês não forneceu nenhuma informação que me fosse útil. 😞
Enfim, foram muitas perguntas, mas tenho fé que iremos conseguir continuar essa conversa!
Muuuito obrigada!

Sem ter recebido resposta nenhuma por mais de um mês, mandei mensagem no inbox do Instagram pra ver se me respondiam. Bom, algumas muitas horas depois recebi uma resposta. Vou deixar aqui os prints (basta clicar em cada imagem individual para ver em tamanho maior).

Não sou vegana, mas o CÓDIGO DO CONSUMIDOR nos permite questionar sim sobre os ingredientes de um produto. Estou pesquisando como abrir uma denúncia no CONAR contra a empresa, pois não recebi nenhuma resposta objetiva ou direta. Na última mensagem, como pode ser visto na imagem acima, fiquei sem nenhum tipo de resposta.

Anunciar a marca como cruelty free sem ser é propaganda enganosa o que é crime (sujeito a detenção e multa).

Como já disse, o post no blog da Ari Vegan é super completo com prints e tudo mais. Aconselho muito a irem lá ver!

E vamos lembrar que as marcas só sobrevivem porque a gente tá aqui dando dinheiro pra elas. Temos o direito e o dever de questionar, entender e cobrar quando nos sentimos lesados. E sim, me sinto lesada como consumidora, pois só comprei todos esses produtos porque a marca afirma ser cruelty free.

Comprar ou indicar Dalla Makeup NUNCA MAIS. Não quiseram dar informações sobre os produtos e o atendimento ao consumidor foi PÉSSIMO.

PS: Não deletarei o post que eu havia feito sobre a base; irei editar com as informações desse texto.

xoxo

Anúncios

PEA e a legislação brasileira sobre testes em animais

Depois de falar sobre a atuação de ONGs, a nível internacional, que batalham contra os testes em animais e fazem a fiscalização de empresas, vamos falar sobre a situação no Brasil.

Por enquanto, não há legislação que proíba testes em animais no país. No entanto, o Projeto de Lei número 70, de 2014 (PL 70/2014) está pronto para ser votado na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE); esse PL segue as discussões contra crueldade animal que estão acontecendo por todo o mundo.

“O texto não só proíbe testes de ingredientes e de produtos cosméticos em animais, como veda o comércio de produtos que tenham sido testados e incentiva técnicas alternativas para avaliar a segurança das formulações.

Os testes em animais só poderão ser permitidos pela autoridade sanitária em situações excepcionais, em que houver ‘graves preocupações em relação à segurança de um ingrediente cosmético’ e após consulta à sociedade. Para isso, é necessário que o ingrediente seja amplamente usado no mercado e não possa ser substituído; que seja detectado problema específico de saúde humana relacionado ao ingrediente; que inexista método alternativo de teste.

As empresas terão prazo de três anos para atualização de sua política de pesquisa e desenvolvimento e adaptação de sua infraestrutura para um modelo de inovação responsável. A proposição não gera qualquer impacto no desenvolvimento de medicamentos e vacinas, pois se restringe ao teste de cosméticos e produtos de higiene pessoal.”

(Informações retiradas do site do Senado Federal)

Há alguns anos, a CFI buscou certificar empresas brasileiras, mas sem sucesso. Na época, nenhuma empresa quis firmar o compromisso com a certificação. Atualmente, a PEA (Projeto Esperança Animal) é o mais próximo que temos em relação a controle de quais empresas testam ou não testam em animais.

Para estar na lista da PEA de marcas que não testam em animais, a empresa deve entrar em contato com a organização e providenciar um documento, assinado por um representante legal, que atesta a não realização destes testes.

“Esse compromisso formal, analisado sob a legislação brasileira, garante um certo conforto de que as empresas declarantes realmente não testam em animais. Uma declaração desse tipo, se fosse falsa, poderia gerar muitos transtornos para a empresa, respondendo inclusive por crimes contra o consumidor, propaganda enganosa etc.”

Se uma empresa nacional não aparece nessa lista, é porque a PEA não possui informações sobre seus processos de produção. A última atualização da lista foi em 25/06/2018.

Você pode conferir todas as marcas que a PEA considera cruelty-free aqui.

O site da PEA traz inúmeros artigos, monografias, dados e panfletos informativos pra quem busca entender a realidade dos testes em animais. Vale muito a pena gastar um tempo navegando por lá!

Durante o mês de julho, tem texto novo TODO DIA! Vamos aprofundar em cosméticos cruelty free, veganos e marcas nacionais que não testam em animais.

Segue lá no Instagram também (@blogcheiadevicios) pra não perder nada!

xoxo