Como cuidar da tatuagem: 4 dicas para sua pele!

Alguns aspectos da sua rotina exigem atenção especial quando você faz uma tatuagem nova.

A seguir, confira quatro dicas básicas porém essenciais para garantir que sua tattoo permaneça linda e sua pele bem cuidada.

https://cheiadevicios.com/2019/09/16/como-cuidar-da-tatuagem-4-dicas-para-sua-pele/

Antes de a gente falar sobre o que você deve passar ou não na tatuagem, vamos lembrar que conselho de blog nenhum substitui a orientação profissional, ok? Se você tem algum problema de pele, converse com seu dermatologista antes mesmo de fazer a tatuagem. Converse sobre isso também com o tatuador ou tatuadora que vai rabiscar sua pele.

Em alguns casos, pode ser que a tatuagem não seja a melhor opção para você. Apenas pessoas capacitadas devem orientar neste sentido, hein!

Tirado isso do caminho, muita gente se pergunta: mas como eu faço pra cuidar da minha tatuagem nova? Existem cuidados específicos na cicatrização?

  • Higiene

Pode parecer bobeira de falar, mas a melhor dica para o momento depois de fazer sua tatuagem é a higienização com água e sabão (ou sabonete neutro). Sua pele acabou de passar por um processo de dano e é de extrema importância manter o local limpo para afastar o perigo de infecções.

  • Sol

Outro consenso em relação às tatuagens: você não deve pegar sol durante a cicatrização! Os raios UV já são muito nocivos para a pele normal, imagina com essa espécie de ferimento? Nos primeiros dias, também não é indicado passar protetor solar diretamente na tattoo. O negócio é, realmente, evitar a exposição solar direta. Cubra a área com roupas ou use bonés, dependendo da localização.

“O protetor solar só é indicado após a cicatrização completa da tatuagem, o que dura cerca de 30 a 40 dias. Antes disso, é recomendado não usá-lo, nem ir à praia ou fazer algum tipo de bronzeamento artificial.”

  • Casquinhas

O aparecimento das casquinhas em cima da tatuagem é normal. Faz parte do processo de cicatrização da pele. Às vezes, isso é acompanhado por bastante prurido (coceira) no local. Não retire essas casquinhas e evite ao máximo coçar sua tattoo.

  • Cremes antibactericidas

O uso de pomadas ou cremes anti-inflamatórios nunca deve ocorrer sem prescrição médica. A ação anti-inflamatória pode atrapalhar o processo natural de cicatrização e afetar o visual da tatuagem.

No entanto, hidratar a pele é essencial. Evite utilizar grandes quantidades de produtos e prefira algo mais leve como o pantenol (bepantol, bepantriz, dexpantenol). Esse cuidado deve ser mantido por muito tempo!

Em casos de tatuagens maiores, que cobrem uma área significante da pele e exigem mais esforços do corpo na recuperação, podem ser indicados cuidados inclusive com a alimentação. Tire a dúvida com seu tatuador!

E após a cicatrização?

Após um ou dois meses, sua tatuagem deverá estar cicatrizada. Mas certos cuidados com a pele devem ser mantidos de forma constante para especialmente para assegurar que o desenho da tattoo continue bem definido e a cor se mantenha por mais tempo.

Alguns cuidados importantes incluem:

Passar um creme hidratante todos os dias;

Passar protetor solar sempre que a pele tatuada precisar ser exposta ao sol;

Evitar pancadas ou cortes na região da tatuagem;

Beber cerca de 2 litros de água por dia.

Dúvidas ou sugestões? Pode deixar aqui nos comentários ou me mandar mensagem no Instagram! Por lá tem dicas de skincare praticamente todo dia, pode ir seguindo: @thaischeiadevicios.

xoxo

Anúncios

Tratamento da pele – Cosméticos X Dermocosméticos

Cosméticos X Dermocosméticos

Cosméticos e dermocosméticos são a mesma coisa? Qual a diferença entre cosméticos e dermocosméticos?  Eu mesma fiz essas perguntas quando descobri que existiam essas duas categorias de produtos.

https://cheiadevicios.com/2018/08/03/tratamento-da-pele-cosmeticos-x-dermocosmeticos

Não é apenas uma diferença de nomenclatura; cosméticos e dermocosméticos atuam em diferentes camadas da pele e de maneiras muito distintas.  

O que são cosméticos? 

São produtos que agem na camada mais externa da pele. Podem limpar, hidratar, perfumar, tonificar, etc. Mas seus efeitos são todos superficiais. Os componentes dos cosméticos são incapazes de penetrar mais profundamente na pele e, por isso, não TRATAM condições dermatológicas. 

O que são dermocosméticos? 

Os dermocosméticos podem ser classificados entre os fármacos (basicamente, os remédios) e os cosméticos. Obrigatoriamente, os componentes dos dermocosméticos devem ter sua eficácia comprovada cientificamente. São formulados com princípios ativos farmacológicos que devem passar por testes clínicos de poder terapêutico e segurança. Seu uso deve ser sempre acompanhado de indicação e orientação médica especializada. 

Enquanto os cosméticos alteram a aparência da pele, os dermocosméticos alteram sua fisiologia. A ação dos cosméticos é, geralmente, imediata; a dos dermocosméticos é mais demorada e prolongada. Outra grande diferença: os dermocosméticos quase nunca levam corantes, fragrâncias e conservantes em sua formulação. Esses componentes são os maiores responsáveis por reações alérgicas. 

Tudo isso faz com que os dermocosméticos tenham um preço bem mais salgado que os cosméticos tradicionais.  

Grandes empresas como Bioderma, Skinceuticals, Avene, Roc e Vichy produzem dermocosméticos. Todas essas empresas fazem testes em animais. Algumas podem não conduzir testes aqui no Brasil, mas, por serem vendidas na China, testam seus produtos por lá.  

A única marca de dermocosméticos que eu conheço e que vende no Brasil é a ADCOS. Os preços da ADCOS são muito semelhantes ao dessas outras marcas que eu citei. 

Esses preços são, sim, altos. Ao meu ver, os dermocosméticos valem muito a pena se você tem problemas dermatológicos mais sérios. Acne severa, escaras, queimaduras, etc são situações graves e precisam de tratamento médico com compostos que, mesmo aplicados topicamente, conseguem agir nas camadas mais internas da pele. 

Hoje em dia, com meu grau de acne sendo muito moderado, não vejo necessidade de utilizar dermocosméticos. Por isso, não tenho testado nenhum desses produtos recentemente. Há muito tempo, usei o fluido secativo de acne da ADCOS (custa R$112) e sua ação era realmente muito boa. Se eu fosse bem ryca, com certeza usaria pra complementar meu tratamento. 

E, como sempre, faço questão de salientar: esses produtos todos podem ser vendidos sem necessidade de receita médica, mas é absurdamente importante que todo tratamento dermatológico seja conduzido e orientado por um profissional. 

Espero que esse post tenha sido capaz de esclarecer (pelo menos superficialmente) o que separa cosméticos e dermocosméticos. Ficou dúvida? Quer dica de fonte de estudo sobre o assunto? Pode deixar comentário, fazer pergunta no instagram – @thaischeiadevicios –, mandar sinal de fumaça, ou me achar por qualquer outra forma de comunicação. Tô aqui pra ajudar! 

xoxo  

Resenha: Loção facial Drops of Youth da The Body Shop

Na black friday do ano passado, aproveitei os descontos pra comprar algumas coisinhas no site da The Body Shop. A loção facial Drops of Youth foi uma delas. O preço normal, fora da promoção, é R$130 o frasco com 160ml. Não lembro exatamente quanto eu paguei, (in)felizmente.

A descrição do produto no site da marca é a seguinte:

Loção enriquecida com células-tronco vegetais que repõe a umidade da pele e minimiza a aparência dos poros, devolvendo sua elasticidade e revelando uma pele mais suave e luminosa. Este é o primeiro passo essencial da hidratação, ativando a pele para os próximos passos da sua rotina de beleza.

A promessa é de repor a umidade da pele e minimizar a aparência dos poros, devolvendo elasticidade e luminosidade.

Logo após a aplicação, a pele fica mesmo com o aspecto hidratado e viçoso. Não senti minimização nenhuma dos poros, mas curti a hidratação. A longo prazo, não percebi nenhuma melhora ou mudança.

Como um primeiro passo de preparação da pele, antes do hidratante, acho até interessante. Mas pelo valor, esperava mais um efeito de tratamento, sabe?

Pra quem gosta de saber, também deixo aqui a composição dessa loção.

Ingredientes: Aqua/Water/Eau (Solvent), Propanediol (Viscosity Controlling Agent), Alcohol Denat. (Solvent), Phenoxyethanol (Preservative), Betaine (Hair Conditioning Agent), Polyacrylate Crosspolymer-6 (Emulsion Stabilizer), Polysorbate 20 (Emulsifying Agent), Butylene Glycol (Humectant), Caprylhydroxamic Acid (Chelating Agent), Methylpropanediol (Solvent), Parfum/Fragrance (Fragrance Ingredient), Aloe Barbadensis Leaf Juice Powder (Skin Conditioning Agent – Humectant), Disodium EDTA (Chelating Agent), Linalool (Fragrance Ingredient), Sodium Hyaluronate (Humectant), Citronellol (Fragrance Ingredient), Crithmum Maritimum Callus Culture Filtrate (Skin Protectant), Eryngium Maritimum Extract (Natural Extract), Sodium Hydroxide (pH Adjuster), Glycerin (Humectant), Cinnamomum Cassia Bark Extract (Fragrance Ingredient), Poterium Officinale Extract/Poterium Officinale Root Extract (Skin Conditioning Agent), Zingiber Officinale Root Extract/Zingiber Officinale (Ginger) Root Extract (Natural Additive), Limonene (Fragrance Ingredient), Leontopodium Alpinum Meristem Cell Culture (Skin Conditioning Agent), Citric Acid (pH Adjuster), Xanthan Gum (Viscosity Controlling Agent)

Alguém já usou e teve resultados diferentes? Já usaram outros produtos faciais da The Body Shop? Me conta nos comentários aqui do post (ou lá no instagram!).

Durante o mês de julho, tem texto novo TODO DIA! Vamos aprofundar em cosméticos cruelty free, veganos e marcas que não testam em animais.

Segue lá no Instagram também (@blogcheiadevicios) pra não perder nada!

xoxo