Fred Recomenda: Delivery de Ração e Petiscos Pets do Bem

Receber a ração do Fredinho em casa, com entrega programada e etc, foi uma das melhores escolhas que eu fiz!

Além de Fred Baby ter sempre sua ração preferida, a gente tá ajudando animais que ainda não acharam suas famílias a manterem as barriguinhas cheias. <3

https://cheiadevicios.com/2018/08/06/fred-recomenda-delivery-de-racao-e-petiscos-pets-do-bem

Acho que conheci a Pets do Bem em um desses anúncios de Facebook ou Instagram. Na época, era uma marca bem iniciante daqui de São Paulo; cheguei a conversar com eles sobre a possibilidade de usar a empresa como cliente no meu TCC. Mas acabou que a vida deu umas cambalhotas e eu que acabei sendo mega cliente deles (eu e o Fred, né hahahah).

Desde que mudei pra São Paulo, não tenho carro. E por muito tempo, morei sozinha. Então tinha que ficar comprando a ração do Fred de pacotinho em pacotinho… não tinha como eu carregar pelas ruas um saco de 10kg de ração. Eu achava um saco e era péssimo porque, às vezes, não tinha a ração específica no pet shop perto de casa. Aí, no maior estilo Organizações Tabajara (será que alguém vai entender a referência?), descobri a Pets do Bem e meus problemas acabaram! Os problemas em relação a alimentação do Fred, pelo menos.

Ok, e o que é a Pets do Bem?

É uma loja online de produtos para pets que oferece uma espécie de “assinatura” de ração. O funcionamento é parecido com uma glambox, spotify ou netflix da vida: você cadastra seu cartão e o serviço vai se renovando automaticamente. Você escolhe a ração que quer comprar, o endereço de entrega e o intervalo de tempo entre as entregas. Tudo isso pode ser alterado de maneira super rápida e fácil pelo site. A empresa também tem um Whatsapp disponível pra gente entrar em contato.

“Selecione de quanto em quanto tempo aproximadamente gostaria de receber seus pedidos em casa. E não se preocupe se não souber a periodicidade correta, sabemos que isso muda a todo momento. Só selecionar o mais próximo possível que vamos nos falar antes de cada entrega. Nosso time de gestão de clientes é formado por veterinárias que ajudam nossos clientes nessa periodicidade, entre muitas outras coisas.”

E como funciona o #AmorAlimentaAmor?

Você tá constantemente comprando ração pro seu pet, certo? O pacote tá acabando, você já vai lá e compra outro. É uma compra fixa. E sem gastar mais nenhum centavinho, você consegue ajudar a doar pra ONGs de resgate e proteção animal.

A cada 10 quilos de ração entregues pra clientes, a Pets do Bem doa 1 quilo de ração pra abrigos de cães e gatos que ainda estão procurando uma família!

Por enquanto, são duas as entidades que recebem a ajuda: Celebridade Vira Lata e Adote Um Gatinho (vale a pena conhecer o trabalho das duas e morrer de amor <3 )

Além disso, existe o #oBemFazBem: iniciativa que permite você ajudar de diversas maneiras as ONGs parceiras (ex: Desabandone, Adote Um Pet Na Net e Amigos de São Francisco.)

manifesto pets do bem

Sim, e eu chorei aqui olhando os sites dessas ONGs. Manteiga derretida, eu???

Vai lá no site da Pets do Bem (https://www.petsdobem.com.br) e conhece o projeto! Pra cidade de São Paulo, o frete é grátis nas compras acima de R$179. AAH, e os preços da ração nããão são mais altos que o normal. A ração do Fred é até mais em conta do que no pet shop gigante que tem aqui no bairro.

Cada assinante tem um cupom de desconto pra dar pros migos; com esse cupom, você ganha R$50 de desconto no primeiro pedido! MEU CUPOM É pets-5aSOJX35

Vou deixar o código do cupom lá na minha biografia do instagram, então se precisar é só conferir em instagram.com/thaischeiadevicios (@cheiadevicios)

xoxo

Minha estante: os livros da Dama do Crime, Agatha Christie

A leitura sempre foi uma parte muito importante da minha personalidade. Quando era muito novinha, ir à livraria era um dos meus passeios preferidos. Foram muitos anos de co-dependência com os quadrinhos da Turma da Mônica. Até que eu cheguei ali nos 10-11 anos e comecei a descobrir os livros da estante da minha mãe.

Lembro de ver muitos livros de economistas (ela é formada em Ciências Contábeis), coleções do Jorge Amado e um com uma capa colorida; esse foi o que chamou minha atenção. Era um livro de capa dura com o título “Testemunha Ocular do Crime”. A palavra “crime” não me assustou nenhum pouco e eu devorei a história em uma tarde. 

E aí nasceu minha paixão por livros policiais, de suspense, de crimes. Passei uma fase sem ler muita coisa do assunto: aquela época da adolescência que você consome muita literatura infanto-juvenil sobre a menina boba e desengonçada que se transforma na popular da escola e descola um príncipe encantado. Sim, me dói lembrar que vivi intensamente essa fase. 

Mas logo depois voltei às minhas origens e descobri que eu era muito fã da escrita de Agatha Christie. Li “testemunha ocular do crime” sem ter a menor ideia de quem era a autora ou que outros livros ela poderia ter escrito. Só quando adulta fui, de fato, aprender sobre ela. 

Agatha Christie é conhecida como a “Dama do Crime”; publicou mais de oitenta livros; é a romancista mais bem-sucedida da história da literatura popular mundial; cerca de quatro bilhões de cópias dos seus livros foram vendidas ao longo dos séculos XX e XXI.  

Os livros da autora são cheios de plot twists, antes mesmo de plot twists serem populares. A vida dela também tem destaques interessantes: desapareceu e foi encontrada sem ninguém nunca entender a realidade do que havia acontecido; divorciou-se do marido no início do século XX (!); casou-se novamente (!!) com um homem catorze anos mais jovem (!!!) ali na década de trinta. 

 

Todos os livros dela que li até hoje me prenderam do começo ao fim. Mesmo sendo de uma época “distante”, a escrita é simples, fácil de manter a atenção do leitor por horas, e sem descrições muito longas de locais ou paisagens. 

Separei os meus livros preferidos dessa minha “minicoleção”. 

1)  Testemunha Ocular do Crime

“Após um dia de compras em Londres, Elspeth McGillicuddy pega um trem para o interior da Inglaterra, onde deve se encontrar com a amiga Jane Marple. Instalada na primeira classe, ela observa a paisagem, até que outro trem passa no mesmo sentido e, por um instante, as janelas dos vagões se alinham. Ela vislumbra a imagem de um homem estrangulando uma mulher. Na estação, ninguém acredita em Elspeth, e nenhum cadáver é encontrado. Mas Miss Marple não se dissuade fácil. Para investigar esse mistério, ela contará com o auxílio do seu sobrinho-neto David e de Lucy Eyelesbarrow, uma carismática personagem que faz neste romance sua única e marcante aparição.” 

2) O Mistério Sittaford 

“Na remota localidade de Sittaford, prestes a ser assolada por uma poderosa tempestade de neve, um grupo de vizinhos reunidos na imponente mansão que dá nome ao lugar resolve se entregar a um passatempo excitante e aparentemente inofensivo: uma sessão espírita improvisada. O que deveria ser uma distração sem maiores consequências assume tons sombrios quando a mesa dos espíritos soletra o nome de um conhecido de todos os presentes, seguido da palavra “assassinado”. Trote de mau gosto ou um aviso sobrenatural? Em mais um de seus engenhosos romances, Agatha Christie surpreende os leitores com a narrativa misteriosa de um crime que teoricamente não poderia ser cometido.” 

3) Uma Dose Mortal 

“O grande Hercule Poirot, quem diria, também tem medo da cadeira do dentista. Depois de algumas obturações, é com alívio que ele deixa o consultório do habilidoso dr. Morley. Para a surpresa de todos, em seguida o dentista é encontrado morto. Teria sido suicídio ou um assassinato premeditado? Ao investigar o caso, Poirot se depara também o desaparecimento de uma das pacientes do dr. Morley: a misteriosa srta. Sainsbury Seale. O detetive se vê então envolvido com um tumultuoso conflito de ideologias que abala a estabilidade da Inglaterra na sinistra atmosfera de desconfiança do início da Segunda Guerra Mundial.” 

4) Morte na Praia 

“Tudo o que Hercule Poirot queria naquele verão era ter alguns dias de paz no luxuoso hotel Jolly Roger, longe de crimes e de investigações. Mas quando Arlena Stuart passa por ele na praia, atraindo o olhar de todos os homens (bem como o ódio de todas as mulheres), ele desconfia que talvez suas férias não sejam tão tranquilas como esperava. De fato, no dia seguinte, um assassinato acontece. Enquanto tenta descobrir quem é o responsável, Poirot percebe que não são poucas as pessoas naquele hotel que teriam um motivo para matar… Neste livro, o leitor é convidado a analisar junto com Poirot os motivos e os álibis de todos os hóspedes do Jolly Roger. Morte na praia é um quebra-cabeça complexo, ao melhor estilo de Agatha Christie.” 

(Descrições retiradas de: L&PM Editores) 

Vou tentar trazer pra cá mais livros, filmes e séries que me deixam viciada. Sempre bom intercalar beleza e maquiagem com um assunto randômico, né?

#SegundaRandômica

xoxo